terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Todos os domingos há treino de ciclismo para fazer e quando estou por Aveiro, sai convocatória ao sábado para encontro no dia a seguir, ou melhor, todos os sábados sai convocatória, se eu estou vou, se eu não estou não vou. Regra geral vai sempre um grupo muito grande como podem ver na imagem.
Ontem foi este o grupo do andamento e que eu tenho muito orgulho em dizer que é o grupo com quem eu treino ao domingo. Pessoas mesmo muito fixe e que querem é andar a bombar, que é como eu gosto. Se tenho séries, eles não dizem que não: vamos às séries, quantas de quanto tempo e quanto tempo de pausa. Vamos a isso. Quando eu não tenho séries, tem o Jonny (já vão ver quem é), por isso há séries todos os fins-de-semana. O Jonny é uma máquina em cima da bicicleta. A especialidade dele é o BTT mas para fazer treino intervalado, usa a bike de estrada e quando se mete a fazer séries é sempre a bombar e eu que aguente com ele, quando aguento, porque quando não aguento descolo. Ele a trepar é uma máquina e como eu costumo dizer, só custa até descolar. Bem mas vamos agora às apresentações, da esquerda para a direita:
  • Paulo Pires, Specialized Allez: conheci o Paulo por casualidade num dos meus treinos de domingo. Estava a começar a treino com o meu pai (nesse dia só nós os dois) e encontrámo-nos com o Paulo e ele já me conhecia. Fizemos o treino todo juntos e a partir daí, o Paulo alinha sempre connosco.
  • Josué, Fondriest TF2: foi a 1ª vez que veio pedalar com o nosso grupo e daqui para a frente já está na lista de convocados.
  • Jorge Pato, Orbea: juntamente comigo, é mais um triatleta do grupo. É treinado pelo meu antigo treinador (José Miguel) e é um atleta e tanto. Sempre pronto para treinar, nem que esteja muito frio. Neste dia a esta hora estavam cerca de 4 ºC e o Jorge foi sem luvas (podem ver na imagem).
  • Barbosa, Scott: O Barbosa é o futuro sogro do João Moreira (o Jonny que eu falava em cima e está quase a chegar a apresentação dele). Alinha sempre connosco e também não dá nega a nada.
  • Nuno, Scott CR1: Começou à pouco tempo a pedalar na estrada mas já está uma máquina. Antes só queria andar com as mudanças pesadas, mas agora já domina na boa. È um aluno assíduo das aulas de Spining no Knock Out que é o ginásio que aparece no meu fato de competição por ser um patrocínio meu. O meu muito obrigado por acreditarem em mim.
  • João Moreira, Specialized Tarmac: Já falei em cima dele. Quando eu não tenho séries, quem é que tem séries, adivinhem: o João claro está. Sempre a bombar. É uma máquina e anda sempre na linha da frente da competição dele no BTT. Quando falo em linha da frente, é mesmo linha da frente. Sempre a lutar pela vitória. Também dá aulas de Spining no Knock Out e basicamente, quando quer parte os alunos todos. Eu que o diga.
  • Henrique, Specialized S-Works: No Verão treinei muitas vezes com ele durante a semana. Enquanto estive em casa, fiz bastantes quilómetros de bike e grande parte deles foram na companhia do João, do Henrique e acima de tudo do meu Pai, que fazia todos os treinos em cima de duas rodas comigo (grande Pai). O Henrique também é uma máquina a pedalar e gosta de bombar e acelerar a mota como ele diz. “Ó Hugo anda, acelera mas é a mota”. O espírito é esse. A bombar é que se anda bem.
  • Eu, Cervélo Soloist: Não há muito para dizer. Para saberem mais coisas visitem esta página.
  • O Meu Pai, Scott CR1 Team: Sempre comigo nos treinos de bike. Nunca dá nega e pode estar cansado, mas vai sempre acompanhar-me e nunca se queixa. Enfim, nunca poderei agradecer aquilo que ele em conjunto com a minha mãe fazem por mim. Basta dizer que são meus Pais e são os melhores Pais do Mundo. Obrigado mesmo do fundo do coração.
  • Facão, Look: Faz o planeamento do João Moreira e cumpre-o também quando faz o treino com o João e também está sempre na frente a ajudar o comboio a andar para a frente e a partir as perninhas ao pessoal. Tem um irmão gémeo que também pedala às vezes connosco e sou sincero, quando vêm os dois só consigo distingui-los pela bicicleta. Já sofri bem na roda do Facão a fazer séries e não só.
Faltam aqui 3 pessoas (acho que não me estou a esquecer de ninguém): João Reis, Trek Discovery Chanel, que entrou recentemente no grupo e que já foi ciclista profissional; Salgueiredo, Cervélo S2. Quando toca a rolar, venha ele juntar-se ao grupo. Ainda te vou conseguir descolar no plano, mas ainda não. Um rapaz que não sei como se chama, que pedalou também este domingo a 1ª vez connosco. Bem, já chega de texto. Só deixar aqui o meu agradecimento a todos estes atletas que me acompanham todos os domingos e que me dão prazer de treinar com eles. Divertimo-nos, treinamos e acima de tudo somos todos amigos uns dos outros. Bem haja.
Abraços e bons treinos para todos

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Longos Tempos Passados

Foi a mais longa jornada que passei sem publicar nada. Desde o Triatlo de Penacova. Entretanto já passei pelo Fundão onde se disputou mais um Campeonato Nacional de Júniores. Após, o pessoal que foi convocado para o Mundial na Australia subiu para altitude. Eu fiquei em casa e passei umas boas 5 semanas em casa, que deram para matar as saudades de 1 ano.
De regresso ao CAR para iniciar mais um ano lectivo e acabar a época, entrei na Faculdade que para mim foi um passo muito muito importante. A minha vida começa agora a ganhar um rumo mais definido e tenho que me empenhar a fundo. Entretanto houve algumas provas, tais como Setúbal e Estoril. Como devem ter reparado não fui a nenhuma delas por uma razão: estou a curar uma lesão e não consigo correr em condições. Tendo em conta que já estou quase bom (acho eu) preferi não rebentar com o que já está feito e alinhar as coisas para a próxima época e aí sim, fazer as coisas todas como deve de ser.
Entrei agora com o resto da rapaziada aqui do CAR no período de transição, para fazer o loading para a próxima época.
Esta época foi mais ou menos assim:
Duatlo BTT do Jamor - Ganda molha e uma carrada de lama considerável para tirar do corpo
Duatlo BTT das Lezírias - Apesar do empeno que apanhei na corrido até nem correu mal, porque estava top na bike a consegui recuperar o meu grupo
Duatlo do Cadaval - Uma prova muito dura (à semelhança de todos os duatlo em geral) onde consegui ser 3º nacional do meu age-group.
Triatlo de Alpiarça - 1º Triatlo do ano já a contar para o apuramento para o Europeu. 3º júnior depois de uma corrida bem dura e de um ciclismo quase sempre a fundo para apanhar o grupo da frente (acabámos por conseguir)
Duatlo de Matosinhos - Campeonato Nacional de Júniores. Com muito vento, acabou por ser uma boa prova apesar das condições climatéricas.
Triatlo de Quarteira - Para ser perfeita só faltou ganhar, mas fiquei em segundo lugar e foi uma prova onde tudo correu bem e foi importante para me apurar para o Campeonato da Europa
Triatlo do Funchal - Depois de uma fuga a 3 em Quarteira, desta feita era vez de fugir mais uma vez a 3 mas agora com os atletas Olímpicos Bruno Pais e Duarte Marques. Chegada à corrida, naturalmente fiquei em 3º o que me deixava com boas prespectivas para o Nacional.
Triatlo de Peniche - O Serrano estava inspirado e foi uma prova super sofrida porque andei atrás dele durante o ciclismo todo e só o apanhei na corrida. Contas feitas 2º lugar, que corresponde ao 2º lugar no meu age-group atrás do Palma nas duas classificações.
Triatlo de Ferrol - A prova de que mais me orgulho até hoje. Saí na natação bem colado e facilmente integrei o grupo da frente. Logo na 1ª volta tentei a fuga mas ninguém veio comigo e acabei por não. No entanto nas 2 últimas voltas deu-se uma fuga comigo e mais dois atletas que acabava por dar cerca de 1 minuto de vantagem a grande pelotão. com isto amealhava os meus primeiros pontos no ranking Internacional com o 13º lugar absoluto.
Campeonato da Europa de Júniores - marcada como um dos objectivos da época, acabou por não correr muito bem. A natação até saiu bem e a bike também, mas depois na corrida as pernas não queriam andar para a frente.
Triatlo de Aveiro - A 3ª fuga da época, desta feita só com o Miguel Arraiolos diante dos meus conhecidos na minha Terra. Um triatlo que me deu imenso gosto fazer e que me deixou na liderança do Nacional. No dia a seguir, Campeonato Nacional de Clubes comigo no 2º percurso e a conseguir mais uma fuga, desta vez sozinho. Resultado final, COO 2, 3º absoluto, 1º júnior.
Triatlo de Penacova - Desta vez fugi sozinho e nunca mais me viram. A minha primeira vitória numa Taça de Portugal e logo em Penacova, que é nem mais nem menos como a prova mais dura de Portugal (a nível de percursos).
Triatlo do Fundão - Já tinha falado pouco desta prova. Não sabia que ia ser a última prova, mas foi e não foi o que eu estava à espera. Serviu para abrir os olhos e pensar melhor.
Foi mais ou menos esta a minha época, que acabou mais cedo e que não me permitiu lutar pelo pódio no Nacional Individual, que era um grande objectivo meu depois de não ter conseguido apuramento para o Mundial. Mas é assim. Elas não matam mas deixam-nos mais fortes.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Triatlo de Penacova

Com objectivos declarados antes da prova, adivinhava-se mais uma vez dificuldades principalmente nos percursos de bicicleta (20Km) e corrida (5km). Muito calor, como de costume nesta prova e menos atletas à partida comparativamente ao ano passado (é de compreender, já que o ano passado era Campeonato Nacional de Clubes).
Dada a partida, grande confusão, pelo menos para mim, já que arranquei mal com alguns atletas a virem literalmente para cima de mim o que dificultou bastante. Apesar disto consegui integrar e sair no grupo da frente em 6º lugar. Optei por tirar o fato isotérmico em baixo logo a seguir às primeiras escadas e subir com o fato na mão. Penso que foi uma boa opção e acho que ganhei alguns segundos com isso. Quando saí do parque de transição era o 3º classificado com o João Silva e o João Pereira mesmo à frente a uns metros que eu acabei por conseguir fechar pouco depois de passar a ponte e começar o falso plano antes da subida. Assim as dificuldades a sério começavam e fizemos a 1ª subida juntos, mas ao passar pelo parque de transição 2 o João Pereira ficava para trás e pouco mais tarde na subida seguinte o João Silva, o que me deixava isolado na frente da competição. Ao longo das voltas de ciclismo fui ganhando sempre tempo aos mais directos adversários e cheguei ao parque de transição com aproximadamente 40seg de vantagem sobre o Pedro Gomes que assumiu esta posição no ciclismo, seguido do José Estrangeiro na 3º posição. Até ao final da prova, as posições cimeiras não sofreram alterações, o que fez com que eu ganhasse a minha primeira Taça de Portugal. 36seg mais tarde cortava a meta Pedro Gomes e a 1m33seg acabava o José Estrangeiro. Na 4ª posição João Pereira e na 5ª com uma grande recuperação ao longo da prova, Lino Barruncho.
À semelhança daquilo que aconteceu o ano passado, o segmento de ciclismo foi mais uma vez decisivo (na fotografia, uma das passagens pelo ponto mais alto do percurso [penso que na 1ª volta] e onde a estrada parecia não terminar e não parar de empinar como se diz na giria). Quanto à assistência esteve muita gente a ver e a puxar por nós. Na minha situação, tenho que realçar o apoio que os meus pais me deram e me têm dado sempre de forma incondicional, quer nos bons quer nos maus momentos. Sem dúvida o melhor apoio que tenho na minha vida, quer desportiva, quer em todos os outros aspectos. A eles um MUITO OBRIGADO...
Para a semana há mais com o Campeonato Nacional de Júniores, este ano a realizar-se no Fundão...

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Aveiro e seguinte...

Ainda falta falar um pouco de como foi o Campeonato Nacional de Clubes da semana passada em Aveiro. Uma prova disputada por estafetas, em que cada elemento da equipa realiza um triatlo na distância SuperSprint. Muitas equipas à partida, com vários clubes a apresentarem mais que uma formação. O meu clube (Olímpico de Oeiras) era um deles e apresentava-se com 2 equipas, 1 do escalão júnior e outra do escalão Sub-23. Na partida, o Miguel Fernandes abriu a nossa equipa e andou sempre no grupo perseguidor ao João Amorim que ia sozinho na frente. No entanto este último viria a ser apanhado no segmento final de corrida por outros atletas, entre eles o Miguel, que me entregou o testemunho em 3º lugar depois da formação A do Sporting e da formação A no Olímpico. Tudo estava bem encaminhado para que o Olímpico se entendesse bem na frente e chegássemos os dois isolados ao parque de transição (eu e o Miguel Arraiolos). Assim foi, andei grande parte do ciclismo sozinho e na parte final o Arraiolos juntou-se a mim e tal como previsto chegámos isolados. Depois na corrida, acabei por ser apanhado pelo Duarte Marques do Camarnal. O Arraiolos entregou em 1º e eu em 3º. Estes lugares mantiveram-se até final. O Olímpico de Oeiras, revalidava o título do ano passado com a formação A ganhando também o escalão. A formação B ficava em 3º absoluto e garantia o título no escalão Júnior, ficando na geral atrás no Camarnal. Este 3º percurso, foi efectuado pelo João Silva (Olímpico A) que seguiu sempre isolado na frente acabando com mais de um minuto de vantagem sobre o 2º classificado, Camarnal, com Sérgio Silva. Da minha equipa, quem fechou foi o Hugo Alves que fez uma prova muito interessante e grande parte dela com o Sérgio Silva.
Mais ou menos a repetição daquilo que se passou no dia anterior (fotografia de sábado, mas no domingo voltámos a passar neste local juntos)
Já este domingo, vou participar no Triatlo de Penacova, onde o ano passado se disputou o Nacional de Clubes ainda no formato antigo e onde o Olímpico foi campeão como já disse com o João Silva (1º absoluto), Hugo Ventura (3º absoluto) e Miguel Arraiolos (4º absoluto). Este ano, mais uma vez Penacova, ganha a medalha de prova mais dura, com os percursos todos iguais aos do ano passado.

domingo, 19 de julho de 2009

Rescaldo fim de semana

E passou mais um fim de semana recheado de provas, desta vez em casa. Foi o IIIº Triatlo de Aveiro. Este ano a cidade acolhia a 2ª etapa do Campeonato Nacional Individual e também o Campeonato Nacional de Clubes que este ano se disputa no formato de estafetas (3 atletas em que elemento da equipa faz um triatlo [300m/8km/2.1km]), o que demonstra a evolução que a prova tem tido desde o seu começo. No sábado, de manhã era a "miudagem" que animava, já da parte da tarde a prova rainha do dia: a 2ª etapa do Campeonato Nacional Individual, triatlo disputado na distância Olímpica. Às 16h era dada a partida e cerca de 200 atletas partiam para nadar na ria. Como habitual uma grande confusão ao início, mas depois juntou um grupo na frente onde eu estava incluído de cerca de 12 unidades. A natação acabava e logo no parque de transição muita coisa mudava. Eu fiz uma transição rápida o que me permitiu ser um dos primeiros a sair do parque, já mais para trás o grupo já vinha algo esticado e talvez partido em certos lugares. Assumi a liderança e tive a ajuda do Miguel Arraiolos que me ajudou a puxar. A certa altura apercebi-me que ninguém estava disposto a puxar e foi nessa altura que decidi ir sozinho. Passei a 1ª volta isolado e depois juntei com o MimsS (Arraiolos) e seguimos o ciclismo todo sozinhos. Sempre a puxar à vez para ganhar o máximo de tempo possível, foi assim durante todo o ciclismo. 2ª transição e tínhamos cerca de 2'40'' de vantagem sobre o grupo de trás, vantagem que foi suficiente para gerir até ao final da prova. Assim, Miguel Arraiolos na 1ª posição e 10seg atrás eu. Na terceira posição chegou o Estrangeiro e depois o Silva. Na quinta posição chegou Vasco Pessoa. Com isto, o Olímpico de Oeiras, ficou com as 5 primeiras posições da geral, facto que evidencia o domínio deste clube, que já tem vindo a ser regular. Com este resultado, fico na liderança do Campeonato Nacional Individual.
Deixo aqui algumas fotografias desta prova...
Eu e o MimsS numa das passagens junto ao Parque de Transição, onde estava muita gente a assistir e a puxar por nós. Desde já o muito Obrigado a todos aqueles que me estiveram a apoiar neste fim de semana de Triatlo. O vosso apoio é muito importante e fundamental.
Já no segmento final de corrida a pé (já na 2ª posição, que mantive até final)
No final da prova, a troca de impressões, entre os lideres de quase toda a prova e companheiros de equipa e treino.
No entanto, o Triatlo não acabava no sábado, sendo que no domingo houve uma prova aberta (SuperSprint) e o Campeonato Nacional de Clubes. Mas esse relato fica para amanhã. No domingo à tarde ainda houve força para ir fazer uma travessia a nadar. Fim de semana em grande... Mais uma vez Obrigado a todos...

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Holten - Holanda

Desta vez, o Campeonato da Europa de Júniores e Elite foi na Holanda. O ano passado em Portugal, as coisas não tinham corrido muito bem para o meu lado, pois com uma queda perdi alguns lugares. Ainda assim, consegui um 19º lugar. Este ano, as expectativas eram altas e dadas as circunstâncias, pensei que ia lá trazer um lugar melhor que o de 2008. No entanto, acabei por ficar em 36º da geral e 4º português.
Com 79 Júniores à partida era de prever que na natação houvesse muita porrada e que a viragem nas bóias fosse complicada. Assim foi, no entanto, saí no grupo da frente, que era bastante numeroso. Transição e na saída, este grupo acabou por partir em 3. Rapidamente o 2º grupo juntou ao 1º, ficando um grupo bastante numeroso. Uns metros atrás, vinha eu e mais 2 atletas e mantivemos a distância para o grupo durante cerca de 5km, altura em que o alcançamos, já com a ajuda do Amorim.Ninguém ajudava e o grupo estava mesmo ali. Tiveram de ser os Tugas. De seguida, o ciclismo deu-se nas estreitas ruas de Holten e à chegada à transição éramos cerca de 50 Júniores (entretanto outro grupo onde vinha o Palma colou, já na parte final). Consegui uma boa transição e fui um dos primeiros a sair do parque de transição. No segmento de corrida final, os outros foram mais fortes que eu, num dia em que não corri especialmente bem.
Gostei muito da experiência e de representar Portugal mais uma vez. Além disto, o grupo de trabalho é fantástico, o que torna as viagens ainda melhores.
Aproveito para realçar aqui dois resultados: o da Vanessa, que voltou ao mais alto nível e o do Bruno Pais que fez uma prova de se lhe tirar o chapéu a que tive oportunidade de assistir. Parabéns...
Agora, neste mês de Julho, vou participar em pelo menos 2 provas, uma em Casa - Aveiro e outra no Fundão - Campeonato Nacional de Júniores

domingo, 28 de junho de 2009

Diversão também é precisa

Ontem quando chegámos à piscina, deparámo-nos com um polvo gigante no meio da água e ainda um escorrega. Como é evidente não podíamos deixar de experimentar e divertirmo-nos um bocado.

Na fotografia, eu e o Amorim (eu na esquerda e o Amorim na direita [quem olha para a foto claro] loool =P)

A diversão também é importante e quando podemos, temos de aproveitar. Foi engraçado e bom para descomprimir.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

É já para a semana

O Europeu de Triatlo nos escalões Júniores e Sub-23 é já para a semana em Holten, na Holanda. A viagem está marcada para sexta dia 3 de Julho e a prova para dia 5 Domingo. Os convocados são os seguinte, respectivas equipas e bicicletas:
Elites Femininos
Anaís Moniz - Clube Futebol "Os Belenenses" - Stevens
Bárbara Clemente - Halcon/Spiuk/ Olímpico de Oeiras - Trek Madone 5.5
Vanessa Fernandes - Sport Lisboa e Benfica - Litespeed Ghisallo
Elites Masculinos
Bruno Pais - Sport Lisboa e Benfica - Cervélo Soloist Team
Duarte Marques - SR Camarnal/Seguros Contacto/Ika/Hilzy - Bianchi 928 (2007?)
João José Pereira - Alhandra Sporting Clube - KTM Revelator
João Silva - Halcon/Spiuk/ Olímpico de Oeiras - KTM Revelator
Miguel Arraiolos - Halcon/Spiuk/ Olímpico de Oeiras - Trek Madone 5.5
Juniores Femininos
Filipa Ferreira - Alhandra Sporting Clube - KTM Revelator
Mariana Costa - Clube Olímpico de Oeiras - Specialized Ruby
Sofia Almeida - Alhandra Sporting Clube - Specialized Tarmac
Júniores Masculinos
Hugo Ventura - Clube Olímpico de Oeiras - Cervélo Soloist Carbon
João Amorim - Alhandra Sporting Clube - KTM Revelator
João Serrano - SR Camarnal/Seguros Contacto/Ika/Hilzy - Giant TCR SL
Pedro Palma - Clube Triatlo Perosinho - Bianchi HoC 928 (2009)
Ruben Costa - Sporting Clube de Portugal - Isaac Impulse
Hoje o pessoal que está aqui no CAR foi pedalar e infelizmente deu-se um acidente no Guincho. Íamos todos a pedalar e o Krepe ia ligeiramente à nossa frente. Chegou-se um pouco para o meio da nossa via e nessa altura vem um carro de trás e encosta no Krepe, que se desequilibra para o lado do carro. Quando o carro avança, o Krepe fica sem apoio lateral e cai na estrada. O pior de isto tudo é que a mulher que conduzia o carro, nem sequer se preocupou em parar. "Vi-o a levantar-se e por isso pensei que estivesse bem e então não parei." Por acaso estava a passar uma mota por nós que assistiu e foi caçar a dita. Aparentemente estava mal tratado, com muitos arranhões nas pernas braços e com os equipamentos bem estragados (vamos ver o que está por baixo). Esperemos que não seja mais do que isso e que recupere bem e depressa.
Cada vez me convenço que é preciso ter mesmo muito cuidado a andar de bicicleta. Não podemos só pensar em nós, mas também nos outros e acima de tudo temos que prever tudo.
Bons treinos e tenham cuidado, que eu pelo menos ultimamente tenho apanhado uns valentes sustos.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Fotografias Ferrol

Tal como prometido, aqui vão algumas fotografias do Triatlo de Ferrol.
No retorno da natação tiíhamos que sair da água, correr um bocado e voltar a entrar Ainda no grupo de ciclismo que era bem grande, numa das passagens junto ao parque de transição
A desmontagem para a última transição
Já no segmento final
A chegar à meta depois de um sprint para deixar o brasileiro que segue atrás de mim
Obrigado a todos pelo apoio...
Fotografias: Pai do Palma

terça-feira, 16 de junho de 2009

Triatlo de Ferrol

Bem e aqui estou eu mais uma vez para contar aquilo que aconteceu em mais uma prova que realizei. desta vez, foi em Espanha - Ferrol o Campeonato Ibero-Americano e Taça da Europa de Triatlo. Na sexta-feira depois de almoço seguimos viagem do CAR em direcção ao Porto, onde fomos apanhar o Palma, depois continuámos a nossa viagem e chegámos a Ferrol, por volta das 21h00 locais. Jantar, dar uma volta pela cidade (aproveitámos para ver o percurso de bicicleta nas carrinhas) e regressar aos quartos para descansar. No sábado, os procedimentos normais com os reconhecimentos dos percursos e à tarde o descanso do guerreiro.
Chegava o dia. Bem cedo as raparigas levantávam-se para tomar pequeno-almoço e prepararem-se para a prova que tinha partida marcada para as 09h30. A melhor portuguesa no final da prova, foi Mariana Costa, que depois de uma brilhante prova conseguia o 5º lugar da geral e o 3º lugar na competição Ibero-Americana o que lhe valeu uma subida ao pódio. Filipa Ferreira, foi a 2ª melhor portuguesa, depois Joana Marques e Filipa Sampaio.
A Mariana no pódio do Campeonato Ibero-Americano
Quanto aos Homens, o nosso dia começava um pouco mais tarde. Pequeno-almoço, preparativos, material no parque de transição 2 (a prova tiha 2 parques), números nos braços pernas e mão, fotografia, vestir o fato e aquecimento dentro de água. Tudo isto se fez com a descontração necessária para que o stress não fosse mais do que aquele que já é naturalmente. QUanto à prova, foi assim:
Take your marks.... Péééééééé...
Natação: Para variar um bocadinho, muita porrada na natação, não apenas no início, mas durante todo o segmento. Fazia-se sentir um pouco de corrente e eu após ter partido bem e encaixado de imediato nos pés, consegui não desviar muito da "rota". Ao longo do percurso fui recuperando posições e saía perfeitamente encaixado ao final das voltas. Desta forma o 1º português a sair da água, foi sem espanto o Serrano, depois eu e o Amorim (os 3 no 1º grupo). Mais atrás saíam os outros 3 portugueses (Rúben, Fabricio e Palma) já noutro grupo.
Ciclismo: Todo o grupo que tinha saído à frente na água juntou na bicicleta e estava a rolar a uma velocidade jeitosa durante cerca de 4 voltas. Nas primeiras voltas ainda contou com a colaboração de dois Portugas, eu e Amorim, mas depois a mando do treinador presente e técnicos, acabámos por deixar as despesas para os outros atletas. O que é certo é que a cerca de 1 volta e meia do fim deste segmento (constituído por troço de ligação até ao PT2 e por 6 voltas de 6 km) o meu grupo acabava por ser alcançado pelo grupo perseguidor, que teve uma grande ajuda do Palma. Foi nesta altura que uma das algumas fugas que se foram tentando durante a prova resultou. Eu estava nos atletas da frente do grupo e ao ver um ataque que tinha grandes chances de resultar não hesitei em levantar o rabo (foi numa subida) e integrar a fuga com mais dois atletas (um dinamarquês e outro Belga) que acabava por resultar. até ao final do Ciclismo, ganhámos aproximadamente 1 minuto ao grupo e ao chegar ao PT conseguia ser o 1º a entrar.
Corrida: Faltavam só 10km de corrida final e foram 10km muito bons. A sensação de estar na frente é mesmo muito boa, principalmente quando se trata de uma prova internacional. Fiz quase 2 voltas na 2ª posição quando fui apanhado por um atleta. Mais tarde, acabava por recuperar o 2º posto, mas mais atletas e fortes corredores que vinham de trás acabaram por me passar (como era de esperar) tendo eu, conseguido a 13ª posição da geral.
Considero que fiz uma excelente prova e que acima de tudo não desiludi aqueles que mais me apoiam e a mim mesmo, que também é muito importante.
Quanto aos restantes portugueses, 23ª posição para o Palma, 35º o Amorim, 36º o Rúben, 37º Serrano e 41º Fabrício.
Os treinos continuam e novas provas irão surgir. Resta esperar e trabalhar.
Bons treinos e no próximo post deixo imagens da prova

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Parabéns....

Estamos numa semana carregada de feríados, que por sua vez coincidem com algumas datas importantes. Ontem, dia 10 de Junho, fez anos o Bruno Pais e a ele quero-lhe desejar os Parabéns. Bruno, continua assim, que tenho a certeza que vais chegar muito longe. Acredita sempre. Ainda ontem, fez anos também uma colega minha chamada Elisabete Terceiro: a Beta, que é um espectáculo.
Aqui está o Brunão, no segmento de corrida, no triatlo de Quarteira este ano, onde ele fez uma grande prova
Hoje, é mais um dia especial. Desta vez quem faz anos é o meu Pai, que aproveitou o dia e o belo tempo que está para uma granda escáfia de bicicleta. PARABÉNS PAI. Esta ano não passo o teu dia de anos contigo, mas sabes que é como se estivesse =P

O meu Pai no final do Triatlo de Peniche. Está com o meu dorsal na mão: ía-me levantar a bicicleta do parque de transição enquanto eu estava com as pernas de molho na água. Obrigado Pai...

O triatlo de Ferrol, em Espenha está a aproximar-se. Até à vista

domingo, 7 de junho de 2009

Triatlo de Peniche

Antes de deixar o material todo no parque de transição
Este ano, o Triatlo de Peniche, acolhia o Campeonato Nacional de Grupos de Idade. A chuva teimou em marcar presença pela manhã, mas que da parte da tarde, o céu limpou e ficou um dia bastante agradável para a prática da modalidade. Já no final da prova voltou a chover, mas desta vez apenas uns minutos. Condições meteorológicas à parte, aproximadamente às 16h30 foi dada a partida para mais ou Triatlo.
Depois de vestir o fato, a observar o percurso de natação
Desde o início, destacou-se o João Serrano, depois João Amorim e de seguida um grupo onde eu vinha inserido, com o Miguel Fernandes, Ruben Costa, Palma e eu. Montados na bicicleta, o Ruben acabava por ficar para trás e pouco mais à frente o mesmo acontecia com o Miguel. Seguíamos eu e o Palma. Apanhámos o Amorim e não chegámos a apanhar o Serrano, embora tenhamos chegado ao parque de transição já mesmo muito próximos. Na corrida, o Palma destacou-se e ganhou, eu consegui ultrapassar o Serrano, que viria a ficar com a 3ª posição depois de mim em 2º. O Amorim desistiu já na corrida. Foi assim de forma muito resumida o Triatlo de Peniche este ano.
No segmento de corrida final, na aproximação a uma das viragens do percurso
Eu, com as pessoas que mais me apoiam e que estam sempre ao meu lado de forma incondicional... Muito Obrigado aos meus PAIS... São um espectáculo mesmo...
Como isto não pára, os treinos continuam e para a semana há mais, desta vez na distância Olímpica na terra de Nuestros Hermanos. Antes disso, ainda vai haver Oeiras, mas eu este ano não irei fazer, mas vou tentar estar lá para ver e apoiar a malta. Boa Sorte a quem lá for...
Até lá bons treinos

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Reta Final

A escola está mesmo a terminar e os treinos continuam. Esta é a última semana de aulas para mim, para depois ter cerca de duas semanas para estudar para os exames nacionais e depois sim, tenho o 12º ano concluído. Até lá, há que estudar bem para os exames correram bem e fechar com chave d'ouro o secundário.
Quanto aos treinos, estam a rolar no CAR como habitual, com o grupo que já vos disse em posts anteriores. Ontem foi dia de ter natação de madrugada antes das aulas e de ir à pista da parte da tarde para mais um trabalho de intensidade.

Já que ontem fui à pista, na fotografia, eu a fazer séries na pista da Universidade de Aveiro, num dos treinos em Aveiro

Enquanto isso, as provas aproximam-se. Peniche (Campeonato Nacional de Age-Groups) este sábado às 16h30 e para a semana, no Domingo em Ferrol - Espanha, um triatlo na distância Olímpica ao serviço da Selecção.
Abraços para todos e bons treinos

domingo, 31 de maio de 2009

Fim de semana

E parece que o calor veio para ficar... Têm estado uns dias mesmo bons para treinar. Hoje, fui pedalar, como é habito aos Domingos, com séries lá pelo meio. Muita gente a andar de bicicleta, a correr, etc... Ontem foi um dia bastante duro para mim. Tinha uns compromissos o que fez com que os horários ficassem muito apertados, mas consegui fazer tudo, basta querer. Na sexta feira, a selecção de Sub-23 partiu para altitude, em Font-Romeu, onde vão estar a estagiar para o Campeonato da Europa de Sub-23. O Bruno Pais e o Duarte Marques, voaram para Madrid, onde hoje vão disputar mais uma etapa da WCS... Boa sorte. Para que o pessoal que foi para altitude, fosse confortável, estive eu e mais uma malta aqui do CAR a limpar a carrinha... Não queremos que vos falte nada.
Trabalha mas é, em vez de estares a olhar para a máquina =P loool Assim tá bem =D Sei que parecemos um pouco desajeitados, mas fizémos o nosso melhor, e acho que até ficou bem (Nas fotos, eu e o Serrano; O Vasco também trabalhou)
Assim, o grupo aqui no CAR está reduzido a mim, Amorim, Serrano, Krepe, Joana e Mariana. Mais tarde o Krepe irá também para altitude. Boa sorte pessoal aí na montanha, que nós ficamos por aqui a estagiar a 45m de altitude (nada mau). Para a semana, dia 6 de Junho de 2009, Triatlo de Peniche.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Triatlo do Funchal

Andamos sempre a treinar, com vários objectivos durante a época. As provas chegam e muitas delas são muito importantes e ditam o nosso futuro. Esta época, já fiz 3 triatlos, todos eles decisivos para decidir quem vai ao Campeonato da Europa em Holten Holanda. Este fim de semana que passou, mais uma prova, que para além de não estar integrada nos critérios de selecção, encarei como uma prova muito importante, visto que era a 1ª etapa do Campeonato Nacional Individual (4 etapas) e havia boa expectativa num bom resultado. A prova correspondeu às expectativas e vim do Funchal com um 3º lugar à geral, apenas com Bruno Pais e Duarte Marques a ficarem na minha frente, o que me dava o 1º lugar no meu escalão (Júniores). Na natação, juntou um grupo, com os principais candidatos, que viriam a juntar na bike. A 2 voltas do fim das 8 que compunham o segmento de ciclismo (que era bem duro [mesmo como eu gosto]), o João Amorim acabava por ficar para trás e na volta seguinte, no mesmo local acontecia o mesmo ao João Serrano, o que me deixava isolado na frente com os atletas Olímpicos. Chegado à corrida, saí em 3º do parque de transição, posição que mantive até ao final da prova, o que me deixou bastante satisfeito e orgulhoso. Agora, de regresso à rotina, para preparar as próximas provas.
No segmento de ciclismo, já apenas com o Bruno e o Duarte A cortar a meta com grande satisfação
O pódio da geral - 1º Bruno Pais, 2º Duarte Marques e 3º Hugo Ventura (Eu loool :P) E o pódio dos Júniores, com João Serrano (SRC) na 2ª posição e Ruben Costa (SCP) na 3ª
Quando o trabalho que desenvolvemos trás resultados e nos recompensa, sabe bem e deixa-me cada vez mais motivado para trabalhar sempre mais, para ser cada vez melhor...
P.S.: Queria aqui deixar uma palavra de agradecimento ao João Silva, pelos óculos de Sol que me emprestou e que eu usei na prova (os óculos do andamento)... Obrigado Silva
Fotografias: Tiago Silva
Fonte: Site Federação de Triatlo de Portugal

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Passado algum tempo...

Já não passáva por cá à muito tempo, ora porque não tinha disponibilidade, ora por outra coisa qualquer... mas enfim, aqui estou eu novamente para dar mais novidades. Falemos um pouco do que tem acontecido depois do Triatlo de Quarteira. Fui uma semana para casa, que foi quando tive o acidente e depresse chegou a Páscoa. Foi uma Páscoa bastante agradável, com quase toda a família reunida em Aveiro. Depois da Páscoa e após a recuperação das mazelas, o trabalho continuava e mais uma semana aparecia, desta feita, já no CAR e já com a escola a funcionar no pleno. Passaram-se assim todas estas semanas até hoje. Na sexta feira que passou, já tive de volta a minha CERVÉLO de volta, devidamente arranjada e assim, já pude devolver a bike com que eu andava ao meu pai (foi a minha sorte, enquanto a minha esteve a arranjar). Entretanto, vai fazer duas semanas este fim-de-semana, que participei na corrida do Benfica (houve porrada e eu nem vi :P), com quase toda a malta do CAR. Hoje, a natação de madrugada já está feita e à tarde, trabalho na pista para abrir a válvula.
Prometo que vou tentar passar por cá mais vezes, agora que os testes na escola vão ter uma ligeira pausa, para vos manter actualizados.Fotografia da minha bike, para marcar o recomeço das minhas pedaladas na minha própria bike.

domingo, 12 de abril de 2009

Triatlo de Quarteira

A espectativa era grande, como aliás para todas as provas. Desta vez Quarteira tinha uma particularidade, ou melhor, Quarteira, tinha ausências. Ausências essas, dos atletas que no dia seguinte irião representar as cores nacionais na prova internacional na distância olímpica. Desta forma, a disputa pela vitória nesta etapa da Taça de Portugal ficava entregue aos atletas mais jovens, sobretudo júniores (pelo menos assim se pensava e previa). Começando na natação, como habitual, João Serrano na frente seguido de Pedro Mendes e Miguel Fernandes. Um pouco mais atrás, eu e o João Amorim. Com uma transição bastante rápida, facilmente estava junto do Pedro e do Miguel. desde início impus um ritmo muito forte na frente, para desgastar bastante os meus adversários. Chega o primeiro retorno da bike e mais à frente uma subida. Tendo em conta a situação que estava, só havia uma cois a fazer: continuar a massacrar os adversários e deixar uma folgazinha para a subida e para mandar o esticão, para ver se ficava alguém. O Pedro Mendes foi o 1º a ficar e mais tarde ficava o Miguel Fernandes. Tudo corria bem, com os 3 júniores do CAR nas 3 primeiras posições da prova e ainda por cima a terem um excelente entendimento, o que fazia com que ganhássemos muito tempo aos perseguidores (cerca de 1min30seg). Foi com esta vantagem que chegámos à 2ª transição e para a corrida ganhava quem tivesse mais pernas. Nesse aspecto, foi o Amorim que levou a melhor, eu fiquei com a 2ª posição e o Serrano com o 3º posto. O pleno dos júniores do CAR. Assim, o balanço é extremamente positivo e deixa horizontes abertos para as provas que aí vêm.

Fotografia: Paulo Gonçalves (FTP)

Na imagem, a nossa chegada ao parque de transição para depois começar a correr, no segmento final
Todos os resultados, desta e de outras provas, disponíveis no site da federação www.federacao-triatlo.pt
Os arranhões já estão muito pequenos e quase a desaparecer (assim espero)
Cumprimentos e bons treinos

sábado, 11 de abril de 2009

Era suposto ser Quarteira...mas

Estava previsto para hoje, postar algo relacionado com o Triatlo de Quarteira, que decorreu no passado fim-de-semana, 4 e 5 de Abril de 2009. No sábado foi a Taça de Portugal, prova na qual participei e no Domingo foi a prova Internacional, onde Portugal estava muito bem representado, quer no sector feminino, quer no sector masculino. MAS como nem sempre aquilo que está previsto é aquilo que se faz, aconteceu que na quarta-feira, acabou por acontecer uma coisa no meu treino, que me faz deixar o relato de Quarteira para amanhã, domingo de Páscoa. Então, ia eu muito bem a fazer o meu treino de ciclismo na quarta-feira e… e ia nos avanços numa estrada, na minha mão e de repente quando dou por mim está um carro a atravessar-se à minha frente para virar (e para isso tinha de atravessar a estrada e passar na minha frente). Ora eu vinha um bocado rápido (+/- 45km/h) e ainda por cima com as mãos nos avanços e por isso não tive tempo de evitar o pior, que foi o acidente. O condutor do carro não me viu e eu não tive tempo de travar ou de me desviar… ainda tentei mas não consegui. Um voo de 13metros com impacto directo no chão com a cabeça, seguido de um impacto com uma árvore (segundo diz o condutor, que se assumiu logo como culpado). E pronto foi assim. Após tudo isto, são os procedimentos normais: ambulância, hospital, tratamentos, exames e tudo isso. Com muito sorte, não tenho nada partido, mas tenho ainda alguns hematomas e algumas partes do corpo bem esfoladas. Mas nada que não passe. Deixo agora umas fotografias, de como ficou a bicicleta e algum material que levava na altura, bem como o estado da minha cara à noite, no dia do acidente.

Os óculos e bocados da forqueta

O resto da forqueta que ficou agarrada ao Quadro
E a minha cara, na noite do dia do acidente. Tirando a cara, ainda há mais arranhões no ombro, tornozelo, etc...
Amanhã passo por aqui a deixar um pequeno relato de Quarteira, daquele que foi uma prova 5 estrelas mesmo e aquela que considero que tenho sido a minha melhor prova desta época até ao momento. Estas coisas que nos acontecem, ajudam-nos a perceber o cuidado que temos de ter quando treinamos, mas ajudam-nos também a ser cada vez mais fortes e capazes de enfrentar e ultrapassar todos os obstáculos e dificuldades que nos vão aparecendo.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Vejam, que vale a pena

Chegou-me este vídeo à minha caixa de correio electrónico através do Bruno Pais e não pude de deixar de o partilhar com vocês... Um dia o filho pergunta ao pai: "Papa, vens correr comigo a maratona?" O pai responde que sim, e ambos correm a primeira maratona juntos. Um outro dia, volta a perguntar ao pai se quer voltar a correr a maratona com ele, ao que o pai responde novamente que sim. Correm novamente os dois. Certo dia, o filho pergunta ao pai: "papa, queres correr comigo o Ironman?(O Ironman é o mais difícil...exige nadar 4 km, andar de bicicleta 180 km e correr 42km, tudo seguido...) E o pai diz que sim. Isto é tudo muito simples...até que se vejam estas imagens...fantástico!
http://www.youtube.com/watch?v=VJMbk9dtpdY
O verdadeiro sentido da palavra Pai... QUE GRANDE HOMEM... QUE GRANDE PAI...

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Matosinhos

No passado fim-de-semana, disputou-se em Matosinhos, mais um Campeonato Nacional de Júniores de Duatlo. Este ano a prova tinha algumas novidades. Algumas mudanças no percurso, principalmente da bike, também a presença de Sérgio Silva e Lino Barruncho, que o ano passado não tinham participado, bem como a ausência dos melhores triatletas portugueses, entre eles Bruno Pais, Vanessa Fernandes e outros conhecidos por todos e que têm dado nas vistas nas últimas provas. Desta forma, a prova estava muito restrita à luta dos júniores, pela melhor classificação possível. Na corrida o Sérgio Silva isolou-se, seguindo-se Lino, Tiago Silva e um pequeno grupo de 3/4 atletas e depois um grupo bem numeroso, onde eu vinha encaixado. No ciclismo juntou tudo, destacando-se apenas Sérgio Silva que viria a fazer toda a prova sozinho. Com isto à chegada ao parque de transição era importante conseguir entrar na frente do grupo, que foi o que fiz e saí do parque logo atrás do Lino. No entanto, viria a ser passado por alguns atletas, acabando por terminar a prova na 8ª posição, o que me garantia o 4º lugar de Júniores. Nesta competição, Pedro Palma levou a melhor sucedendo a João Silva como Campeão Nacional de Júniores. Seguiu-se João Amorim, João Serrano e de seguida eu.
O balanço é bastante positivo e penso que foi uma prova muito bem disputada, tendo também em conta as condições climatéricas que se faziam sentir nesse dia (vento muito muito forte).
Ainda no aquecimento 1ª parte da 2ª volta de corrida, com um grupo bem constituído
Já em cima da bike, depois do grupo já estar todo junto (penso que seja no final da 1ª volta)
Na 2ª transição
A chegada à meta
Este sábado: Quarteira No Domingo, irá decorrer, também em Quarteira uma prova Internacional na distância Olímpica , onde Portugal vai estar muito bem representado nas duas provas que vão acontecer. Prova Feminina: Vanessa Fernandes, Bárbara Clemente, Joana Marques, Maria Areosa, Ana Filipa Sampaio e Anaís Moniz Prova Masculina: Bruno Pais, Duarte Marques, João Silva, João Pereira, José Estrangeiro, Miguel Arraiolos e Vasco Pessoa Cumprimentos e bons treinos

terça-feira, 24 de março de 2009

Cadaval e Alpiarça

E já passaram mais duas provas desde que passei por aqui a última vez... O Duatlo do Cadaval - Campeonato Nacional de Age-Groups e o Triatlo de Alpiarça-Santarém. Duas provas muito bem disputadas, com o pessoal da frente a andar muito. Foram duas experiências muito boas para mim. No Duatlo do Cadaval, à partida, a principal ausência era o Sérgio Silva, que dispensa apresentações, no entanto, na prova estiveram os maiores nomes de Duatlo/Triatlo da actualidade. Na 1ª corrida, o Lino isolou-se na frente da prova, vindo a alguns segundos um pequeno grupo. Para trás, formavam-se outros pequenos grupos, sendo um deles, onde eu estava integrado. Início do ciclismo, o meu grupo mantinha-se compacto e viria a apanhar o 2º grupo. Mesmo à chegada ao parque de transição, o meu grupo aproximou-se muito da 1º grupo, chegando a muito poucos segundos. Tudo isto, permitiu-me fazer o 3º parcial do ciclismo, atrás do Bruno Pais e do Krepe (Pedro Gomes). Estou aqui a falar de grupos, mas é importante realçar, que à frente de todos estes grupos seguia o Bruno Pais, que deixou todos para trás, com mais um ciclismo muito forte (como já nos tem habituado). Para a corrida final era dar tudo... Estava em jogo o Campeonato Nacional de Age-groups. Do meu escalão etário (18-19 anos [eu tenho 18]) o vencedor foi Pedro Palma (Clube de Triatlo de Perosinho), em 2º João Amorim (Alhandra Sporting Clube) e em terceiro fiquei eu (HALCON - Spiuk Olímpico de Oeiras). Considero que consegui um bom resultado.
A partida do Duatlo do Cadaval, com um dia de sol muito agradável para competir
Este fim-de-semana que passou, realizou-se o Triatlo de Alpiarça, que era o meu 1º Triatlo da temporada. A expectativa era grande e estava lá o pessoal todo em peso. Desta vez, consegui partir muito bem e livrei-me assim da molhada inicial. À chegada à primeira bóia, já estava um grande grupo formado e à saída da água, saía o Serrano uns segundos à frente de toda a gente, seguia-se o Amorim e depois sim, o grande grupo, onde eu vinha. No ciclismo, formou-se um grupo na frente (Bruno Pais, João Silva, João Amorim e João Serrano) e um grupo perseguidor a muito poucos segundos (eu, João Pereira, Duarte Marques, Vasco Pessoa, Rúben Costa, Miguel Fernandes e um Russo). Estes poucos segundos, mantiveram-se durante muito tempo, até que a certa altura o meu grupo apanhou o da frente, após muito esforço. Após juntar as coisas acalmaram e chegou ao parque de transição tudo junto. Na corrida final, Bruno Pais foi o melhor e ganhou a sua 5ª prova consecutiva, em 5 realizadas. Eu viria a ficar na 10ª posição, 3º de Júnior, após poucos segundos passados da hora de prova. Próximo fim-de-semana, mais uma prova, desta vez o Campeonato Nacional de Júniores de Duatlo, que se irá realizar em Matosinhos, à semelhança daquilo que aconteceu o ano passado. Até lá ainda devo passar por cá para dar mais notícias, agora que tenho mais tempo, visto já estar na última semana de aulas.

quarta-feira, 11 de março de 2009

De volta ao Bom Tempo

E finalmente parece que o bom tempo chegou e com vontade de ficar (assim espero). Temos apanhado uns dias de sol, mesmo 5 estrelas para treinar e não só... Ontem, fizemos séries de corrida na pista do Estádio de Honra e soube mesmo bem fazer séries de cavas... Já não é preciso andar cheio de casacos vestidos, o que torna tudo muito mais agradável. Quanto aos treinos, vimos de uma semana em que não houve situação competitiva no fim-de-semana, mas entrámos num conjunto de 4 fins-de-semana seguidos, todos eles com provas. Esta semana é o Duatlo do Cadaval, que este ano é Campeonato Nacional de Age-Groups, depois Triatlo de Alpiarça, Duatlo de Matosinhos e por fim Triatlo de Quarteira. Apesar de as provas estarem à porta, o descanso não tem sido muito, com bi-diário de natação na 2ª, séries de corrida ontem e hoje bi de natação outra vez, com a sessão da parte da tarde a ter um trabalho específico de transição. O resto da semana aí vem e mais treinos nos esperam, como sempre, uns mais fáceis, outros mais difíceis. Espero que o tempo continue assim =P Não sei se passo aqui antes do Cadaval, mas se não passar, deixo aqui boa sorte para todos os que vão participar... Cumprimentos a todos Hugo Ventura

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009, uma data que não irei esquecer. Foi neste dia, que atingi a maioridade e agora já tenho 18 anos. Mas bem, não foi por fazer 18 anos que não treinei, bem pelo contrário. Levantei-me bem cedo, tomar o pequeno-almoço e preparar-me para uma manhã de treino. Às 08h30m saí de bike e fui-me encontrar com um grupo muito fixe com quem costumo pedalar aos domingos, quando vou a casa. Cheguei lá já com alguns quilómetros e continuei o meu treino, agora na companhia de mais uns quantos. Seguimos para norte em direcção a Estarreja, para um pouco mais à frente ir em direcção a S. Jacinto. Assim foi. Enquanto íamos a caminho, fazia as séries que estavam planeadas para o treino, agora já na companhia de apenas 2 colegas, Fernando e Salgueiredo (quando a andamento começa a ser outro, já nem todos aguentam). Quando chegámos a S. Jacinto (é uma península e por isso rodeado de água por todos os lados menos por 1), já tinha terminado as séries e tinha que voltar para trás para regressar a casa. Assim foi, no entanto apenas voltei com o meu pai até certo ponto, depois fui sozinho, uma vez que o resto da malta, foi apanhar a lancha, para voltar a casa. Mas eu não... voltei para casa e com isto fiz uns quantos quilómetros a mais do que o que estava programado... mas não faz mal... a mais não há problema, já a menos é que não...
Quando cheguei a casa, pousei a minha Cérvelo e troquei de roupa, para fazer transição para corrida. Assim foi. Estava um dia de sol espectacular e fui correr de calções e manga curta, o que já não fazia à muito tempo e que me soube mesmo bem.
Foi nesta figura que cheguei a casa no fim do treino. Tinha tanta coisa para trazer - roupa do ciclismo, roupa de corrida, capacete e ainda 2 garrafões de água para ter em casa. Estava tão carregado que tive de trazer os bidons da água e hidratos postos nos calções looool. Dada a figura, pedi à minha mãe que registásse o momento com esta bela fotografia looool =P (está um pouco desfocada mas deixem lá)
Depois de todo este treino, era tempo de repor todas as calorias e líquidos perdidos na manhã de treino, com um excelente almoço preparado pela minha mãe, na companhia de alguns convidados, para festejar os meus 18 anos. Depois do almoço, o convívio e a festa continuou até à noite, como é natural...
Aproveito aqui para agradecer a todos os que compareceram e fizeram com que fosse um dia espectacular combinado com o treino... Obrigado a todos. Para além disto, quero agradecer especialmente aos meus PAIS, por todo o apoio incondicional que me dão em qualquer altura da minha vida... A eles um GRANDE OBRIGADO
Hoje vou para casa e vou curtir bastante o fim-de-semana. Treinar e fazer um rally, que já não faço à muito tempo e acho que vai ser altamente.
Até à vista e cumprimentos
P.S: Desculpem lá a extensão do post, mas foi um dia em cheio e por isso muito para contar e recordar